DaCosta

O que cabe em minh'alma

Áudios

COLAR
Data: 27/06/2012
Créditos:
COLAR/DA COSTA/DA COSTA
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

COLAR

                                      COLAR

         Como pérolas, uma a uma, rolam as lágrimas
         Numa corrente, dolorosamente, cálida
         Acalentando suspiros a sussurrar saudade
         Embora seja a tristeza evidente
         Há no olhar molhado, cadente
         Súbito facho de esperança n'outra sorte
         Qual mistério da arte, as lágrimas se detém
         E o colar se desfaz na luz que arde
         Sob o Sol da nova manhã que vem
Enviado por dacosta em 27/06/2012

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras