DaCosta

O que cabe em minh'alma

Textos

ESPERANÇA
                            

                                      ESPERANÇA

              Há entre mim e você um obstáculo inexpugnável!

              Uma rocha de palavras que assustam e dão medo!

  Quisera...Poder decifrar as frases que se embaralham sem sentido
             sem clareza
             sem fascínio
             sem a generosidade da conversa!

              Como se criou o desatino?
              Este desmonte de sentimentos?

      Debaixo do monturo, os substantivos,
                                sob eles sem ação, os verbos!

      Tudo assim jogado sobre o lixo dos adjetivos perversos!

       Artigos, antes definidos, se fundem com numerais dejetos!
   Invariáveis vocábulos permeiam indeterminados seu futuro incerto
   Enquanto as reticências e as interrogações predizem:

           - As lágrimas responderão num momento perto -

             E o que resta é este verso triste
             na tentativa de compor o texto
             que destruirá este bloqueio insano
             e salvará a vida do poeta.

             Por Deus! Atenda a este meu pedido:
             - Use a palavra AMOR... na oração certa!
dacosta
Enviado por dacosta em 15/02/2010
Alterado em 05/08/2013
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras