DaCosta

O que cabe em minh'alma

Textos

                     INTERROGAÇÃO
Há tantas vidas, em cada vida, tecendo urdida malha
E só nos damos conta da existência migalha
Há riqueza de fatos, tomadas de decisões,
circunstâncias que impedem ou aprovam ambições...
Caminhos intrincados, obstáculos agregados.
escolhas convenientes...
Erros acertados, acertos desbaratados
Decepções indigentes
Rumos amaldiçoados
Vitórias inesperadas
Choques de acontecimentos
Fatalidades travadas, covardemente entalhadas
no impiedoso tempo
Virtudes abandonadas
Qualidades exacerbadas
Dissimulados defeitos...
Tantas vidas eclodidas, perdidas, renascidas
revolvidas num só corpo
e ninguém da conta delas...
Por qual, se chora o morto?
Da Costa
dacosta
Enviado por dacosta em 27/11/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras