DaCosta

O que cabe em minh'alma

Textos

                   DESTEMPO

Não há espaço num tempo vão
Nem cabem o sonho e a solidão
Só há um vago no rumo aflito
E um vazio a se ancorar.

Dúbias ideias planejam traços
Tintas se cruzam em profusão
Segue o Futuro, sem deixar rastros
Desequilíbrio é a dimensão!









 
dacosta
Enviado por dacosta em 14/07/2017
Alterado em 14/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras